Gestão eficaz nos processos de construção em habitações que atendem as necessidades do consumidor 4.0

Gestão eficaz nos processos de construção em habitações que atendem as necessidades do consumidor 4.0

Antes de abordar a gestão otimizada para construção de prédios habitacionais, é preciso compreender o que é o consumidor 4.0 e como ele tem influenciado as tendências em Real Estate. Você com certeza já se deparou com esse termo pela Internet, inclusive sobre a indústria 4.0 e como os conceitos de inovações tecnológicas estão atrelados a ela. Mas, quando falamos de consumidor – que, no caso da Construção Civil, são os compradores de imóveis – é preciso analisar mais o comportamento do que as ferramentas em si.

A última década é marcada pela rápida popularização de mídias sociais e acesso à Internet, um avanço digital que favoreceu (e muito) a rápida evolução do consumidor. Tudo mudou: os hábitos, a forma de comprar e, principalmente, as exigências. Hoje, totalmente presentes em ambiente digital, o acesso à informação rápido e plural desempenha um papel de peso na decisão da compra.
Entender que o consumidor (comprador) 4.0 é um dos stakeholders do seu empreendimento é fundamental para definir qual será o modelo de gestão customizado e eficaz para executar o projeto. A construção de habitações para esse novo perfil é um desafio, principalmente porque seus representantes são uma nova geração com outras prioridades e expectativas sobre habitações.
Neste contexto, uma gestão eficaz deve, antes de tudo, compreender esse perfil e desenhar um projeto que entregue conforto e simplicidade, ao mesmo tempo em que entregue uma infraestrutura inteligente e sustentável. Uma forma de garantir isso é implementar o software BIM (Building Information Model) e utilizá-lo do início ao fim do projeto. Permitindo visualizar todas as etapas de uma construção de maneira tridimensional, é possível planejar com mais assertividade e agilidade.

Esse tipo de sistema beneficia não só arquitetos e engenheiros civis, mas também gestores de obra que podem se apoiar na tecnologia para armazenar informações e compartilhar com toda a equipe envolvida no projeto. Também é extremamente importante investir no fortalecimento das seguintes fases e pilares da construção:

  • Desenvolver e manter a equipe capacitada às tendências e ao conhecimento holístico do projeto para que todos os profissionais estejam alinhados aos objetivos e às oportunidades de melhoria;

  • Definir metas objetivas e prazos reais para que todas as entregas sejam de qualidades e, se possíveis, antecipadas visando a economia de recursos;

  • Explorar meios de comunicação on-line que facilite a troca de informações, dados e reportes de problemas que precisam de tomadas de decisão rápidas e certas;

  • Planejar, compartilhar e monitorar o cronograma junto de toda a equipe para que não ocorram atrasos que resultaram em prejuízos;

  • Priorizar uma gestão transparente e acessível que visa o engajamento e cumprimento de todas as etapas da construção com o máximo de responsabilidade e qualidade.

Com uma gestão eficaz apoiada em aparatos tecnológicos se torna mais fácil construir um empreendimento que esteja adequado às necessidades do consumidor 4.0. Mais do que isso, essa é a melhor forma de antecipar tendências e superar as expectativas desse perfil altamente exigente.